Varicocele e Infertilidade » Dr. Alexandre Lobel Varicocele e Infertilidade » Dr. Alexandre Lobel
Dr. Alexandre Lobel
Dr. Alexandre Lobel

Varicocele e Infertilidade

por Alexandre Lobel

A varicocele está entre as principais causas de infertilidade masculina, uma vez que tende a provocar uma redução na produção e na qualidade dos espermatozoides. Apesar de ter tratamento na maioria dos casos e não causar distúrbio na função sexual, é uma doença que se desenvolve lentamente e nem sempre manifesta sintomas. Portanto, se você se identifica com as informações que serão abordadas nesse texto, é imprescindível consultar um urologista.
A varicocele se caracteriza por uma dilatação das veias do cordão espermático, estrutura que sustenta os testículos (um processo semelhante à formação das varizes nas pernas), provocando acúmulo de sangue e consequentemente dor, sensação de peso e inchaço no local.

Aproximadamente 10-20% dos homens podem apresentar varicocele em maior ou menor grau. Em pacientes com infertilidade pode representar 40-50% dos casos, sendo então diagnosticada na fase adulta jovem.

Quanto à causa, não existem hábitos que possam contribuir para o aparecimento da varicocele. A teoria mais aceita sugere que são causadas a partir de danos nas válvulas localizadas no cordão espermático, que regulam o fluxo de sangue para os testículos.

A má circulação causada pela varicocele resulta em elevação da temperatura testicular, o que compromete a produção de espermatozoides, ou os danifica.

Principais sintomas da varicocele:

Também existem casos em que a varicocele não qualquer sintoma, podendo por isso ser diagnosticada apenas em consultas de rotina no urologista ou diante da tentativa malsucedida de engravidar a parceira.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito de forma simples, apenas com o exame físico bem-feito, em que é possível detectar alterações importantes nos testículos, como assimetria, atrofia ou aumento no volume, que orientam o tratamento cirúrgico.

Em São Paulo existem diversos especialistas capacitados para esta realização. Quando houver dúvidas em relação ao diagnóstico ou na impossibilidade da identificação apropriada das veias, o exame de ultrassom de bolsa testicular com doppler colorido deve ser solicitado para descartar outras causas que provocam o surgimento de varizes, entre elas tumores que podem comprimir a veia espermática.

É realizada também a manobra de Valsalva, para aumentar a pressão abdominal, que possibilita a classificação da varicocele. O procedimento torna as varizes evidentes a partir da expiração forçada do ar com lábios e nariz tampados.

Feito isso, a varicocele é então classificada em três diferentes graus:

Grau I, quando ainda são pequenas e palpadas apenas a partir da manobra de Valsalva;
Grau II, quando cresceram moderadamente e são palpadas independentemente do procedimento;
Grau III, nos casos em que são palpadas e visualizadas facilmente.

Os graus II e III são os que podem comprometer a fertilidade.

Para verificar alterações na fertilidade e também auxiliar na indicação terapêutica, é solicitado o espermograma, que possibilita a análise de critérios específicos do sêmen e dos gametas, como cor, pH e viscosidade; concentração, morfologia e motilidade, respectivamente. Esse exame deve novamente ser realizado para confirmar o sucesso do tratamento.

Tratamentos para varicocele

O tratamento da varicocele é apenas necessário nos casos em que há sintomas incômodos e/ou as varizes afetam a produção de espermatozoides ou a qualidade. A correção do problema é feita por cirurgia.

As taxas de gravidez bem-sucedida após a cirurgia são bastante expressivas (a depender das características do casal, idade da mulher, tempo de infertilidade, presença de outros fatores de infertilidade). Quando isso não acontece, a indicação passa a ser o tratamento por fertilização in vitro (FIV) com injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI), que permite a recuperação e seleção de espermatozoides que serão utilizados para a fecundação.

Os gametas coletados são analisados ao microscópio e injetados nos óvulos previamente também coletados. Dessa forma, mais óvulos são fecundados, garantindo um número maior de embriões formados. Além disso, a FIV é a técnica de reprodução assistida que registra os maiores percentuais de sucesso de gravidez por ciclo de realização.

A varicocele está diretamente relacionada à infertilidade, de modo que é importante consultar o urologista para iniciar o tratamento adequado o quanto antes. Em alguns casos podemos pensar na cirurgia, em outros vamos partir direto para os tratamentos de reprodução assistida. Por isso, a avaliação de um especialista em Reprodução Humana se torna também fundamental.

Gostou? Compartilhe essa página:

Deixe aqui o seu comentário: